Nanotecnologia em cosméticos: afinal, como isso funciona?

A nanotecnologia está presente em nosso dia a dia nas mais diversas formas: em medicamentos, nos smartphones e computadores que usamos, nos produtos de limpeza e até mesmo em cremes para a pele. A nanotecnologia em cosméticos em especial vem crescendo desde a década de 90 e promete ter uma performance melhor do que os produtos que não possuem este tipo de tecnologia.

Mas o que é a nanotecnologia? Qual o seu real benefício quando utilizada em cosméticos? Em quais produtos podemos encontrar a nanotecnologia? Tire agora suas dúvidas com esta matéria especial!

Afinal, o que é nanotecnologia?

Um dos princípios básicos da nanotecnologia é trabalhar com matérias-primas para construção de novas estruturas a partir de átomos. Estes átomos são microscópicos e têm a medida aproximada de 1 milésimo de metro, ou 1 μ (nanometro). Podemos resumir a nanotecnologia como sendo o estudo, a criação, a manipulação e a aplicação de materiais por meio do controle da matéria à nanoescala.

Mas por qual motivo estas partículas microscópicas estão sendo usadas? Elas permitem aumentar a estabilidade de ativos naturais que sofrem alguns tipos de reações químicas que levam à perda da eficácia dos produtos. Uma das técnicas usadas para controlar a liberação destes ativos naturais com a nanotecnologia é o encapsulamento destas substâncias em carreadores, ou solventes, com tamanho aproximado de 50 μ.

Quais os benefícios da nanotecnologia em cosméticos?

No caso de dermocosméticos, a nanotecnologia auxilia na absorção dos cremes, que penetram na pele mais rapidamente e possuem maior eficácia por não perderem as propriedades. O resultado são produtos mais estáveis, eficazes e que possuem um sensorial cosmético diferenciado.

As técnicas mais comumente usadas de nanotecnologia em cosméticos são as nanoesferas, as nanopartículas lipídicas sólidas, as nanoemulsões, as microemulsões, os lipossomas e os niossomas. Os nanoencapsulados também são usados em dermocosméticos, pois aumentam a proteção de ativos sensíveis, reduzirem odores e evitam incompatibilidades ou interações indesejadas entre os ingredientes da formulação.

Muitas empresas têm adotado as técnicas de nanoencapsulados para melhorar o desempenho de dermocosméticos, o que tem sido muito bem aceito pelas consumidoras, que veem melhoras extraordinárias na pele e resultados mais rápidos, duradouros e eficazes nos tratamentos.

Em quais produtos a nanotecnologia está presente?

Atualmente, a nanotecnologia é utilizada em fórmulas já existentes para o relançamento dos produtos, trazendo mais vantagens para os consumidores. Por ser uma tecnologia de fácil aplicação química, ela tem sido amplamente utilizada nas indústrias farmacêutica e cosmética em produtos como desodorantes, perfumes, antitranspirantes, cremes hidratantes para corpo e rosto, cremes antienvelhecimento, cremes antioxidantes, géis dos mais variados tipos, protetores solares e bronzeadores. Além disso, a nanotecnologia tem sido usada também em tinturas para cabelo com a promessa de cores mais duradouras sem agressão aos fios.

A nanotecnologia em cosméticos chegou para facilitar nossa vida, trazendo ao mercado novos produtos com atributos melhorados e que possuem resultados garantidos e muito mais rápidos. Por exemplo, existem cremes para redução de olheiras que fazem efeito em algumas horas.

Quer aprender e conhecer mais sobre novas tecnologias em dermocosméticos? Assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades!

Singú Labs

Singú Labs

Sempre com informações, dicas, promoções, cupons de desconto e tudo que você precisar saber sobre cuidados faciais e corporais. www.singulabs.com.br


Cadastre-se em nossa newsletter